Empréstimo Consignado INSS 2022.

O governo modificou as regras do empréstimo consignado INSS 2022 para os beneficiários.

Assim, poderão pedir empréstimos sem estresse. O novo empréstimo consignado INSS 2022 está incluindo novos perfis de assegurados, por isso, você deve conhecer quais as novas regras. Aqui, vamos te mostrar quais bancos estão inclusos para efetuar empréstimos.

Novas regras do empréstimo consignado INSS

Com a nova medida autorizada pelo governo do Brasil, as novas regras do empréstimo consignado INSS 2022 já estão em vigor, por isso, os beneficiários deverão conhecê-las.

De acordo com o Portal  Fdr.com o Governo Federal publicou a Lei nº 14.131/2021. Essa lei permite o aumento da margem do empréstimo consignado para beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social“.

A nova medida foi adotada conforme a situação financeira do país, pois, com a pandemia tudo ficou mais complicado. O objetivo a conceder aos beneficiários do  INSS 2022 o crédito de forma facilitada, assim, fornecendo juros menores.

De acordo com essa nova edição os perfis que poderão pedir o empréstimo consignado INSS são:

  • Aposentados e pensionistas;
  • Militares;
  • Servidores Públicos.

O aumento da margem de empréstimo foi de 35% para 40%, ou seja, a  Lei n° 14.131aumentou a margem em 5%.

Conforme o  Art. 3° da lei n° 14.131. A contratação de nova operação de crédito com desconto automático em folha de pagamento deve ser precedida do esclarecimento ao tomador de crédito.

Bancos do empréstimo consignado INSS

Os Bancos autorizados empréstimos consignado INSS deverão seguir a Lei, assim, concedendo um crédito com a taxa mínima de juros.

A rede bancária autorizada é a seguinte:

  • Bradesco: O banco concede uma carência de 90 dias, assim, depois desse tempo o beneficiário começará a pagar a primeira parcela. A divisão é de até 96 parcelas, dessa forma, a taxa de juros será a partir de 1,26% ao mês;
  • Bando Pan: Os juros cobrados serão 3 vezes menor se comparado a empréstimos básicos, por isso, o mesmo alcança o seguinte público: Servidores públicos, pensionistas do INSS, pensionistas das forças armadas e os militares;
  • Caixa Econômica Federal: O banco oferece a menor taxa de juros, além disso, o valor será descontado na sua folha de pagamento automaticamente;
  • Santander: As parcelas serão divididas em 12 meses, ou seja, um ano;
  • Banco do Brasil: O pagamento poderá ser realizado em até 96 meses, além disso, a carência é de 180 dias.