Vida em Condomínio – 12 dicas de ouro

Vida em Condomínio – 12 dicas de ouro

Para se ter um bom relacionamento com todos, é crucial que haja regras para todo o condomínio. Geralmente estas regras são realizadas em assembleias feitas pelos moradores e são registradas numa ata, onde todos os presentes assinam. Assim fica tudo documentado para evitar futuros problemas. Porém, há algumas posturas importantes, independente do que estiver estabelecido oficialmente.

Etiqueta em Condomínios

Vida em Condomínio – 12 dicas de ouro

1 – Barulho

Use sempre o bom senso. Não é porque se está no horário permitido, que pode fazer o barulho que quiser.
Nos dias de festa – desde que não aconteçam sempre – convide os vizinhos ou mande um cartão simpático se desculpando antecipadamente pelo incômodo.
Atenção, seu cachorro não deve perturbar o sossego e o descanso dos outros moradores.
Crianças: o certo é limitar o horário para brincadeiras dentro do apartamento até no máximo 22h.
O uso de tapetes emborrachados nos quartos das crianças, carpetes e tapetes comuns ajudam a evitar a propagação do som para outras unidades.

2 – Cães

O animal não deve perturbar o sossego e o descanso dos outros moradores.
Usar sempre as entradas de serviço e ser breve no trajeto até chegar à rua.
Caso seu pet faça sujeira na área comum, limpe-a no mesmo momento.
Caso o cachorro de um morador faça muito barulho, antes de registrar queixa, verifique se outros condôminos também se sentem incomodados.

3 – Crianças


Não permita que as crianças gritem ou corram em áreas que não destinadas exclusivamente para brincadeiras. Crianças pequenas precisam estar acompanhadas por adultos. Respeitar os limites de horários e locais destinados aos pequenos. Verificar o que diz o regulamento interno do condomínio.

4 – Convivência


Evitar entrar em quaisquer tipos de fofocas ou boatos relacionados aos seus vizinhos. Lembre-se: a conversa amigável será sempre a melhor saída para resolução de conflitos com seu vizinho.
Procurar sempre participar das assembleias e conhecer a pauta antecipadamente. É lá que os assuntos de interesse de todos são discutidos e votados. Quem não comparece fica sem condição de discutir depois. Ainda em assembleias, saber ser “voto vencido”, e não alterar nunca o tom de voz é primordial.

5 – Funcionários

Tratá-los sempre com cordialidade. Se houver alguma reclamação, direcioná-la ao zelador ou ao síndico. Lembrar-se que o funcionário do condomínio não é empregado particular.

6 – Garagem

Não buzinar, usar luzes baixas e respeitar a sua vaga; Não usar a vaga como depósito; Respeitar o limite de velocidade.
No caso de uma raladinha no carro ao lado? Deixar um bilhete se identificando, pedindo desculpas, e permitindo que o vizinho escolha a melhor maneira de reparar o automóvel.
Quando dois carros se encontram, a preferência é sempre de quem está chegando.
Devolva sempre o carrinho de compras ao seu local de origem.

7 – Lixo

Não jogar papéis, bitucas de cigarro ou quaisquer outros tipos de lixo pela janela do apartamento.
Cuidar para que seu lixo esteja sempre devidamente ensacado e sem exalar cheiro forte.

8 – Academia

Devolva os equipamentos aos seus locais de origem; Não “monopolize” os equipamentos. Se ofereça para revezar o uso.
Tempo médio de uso da esteira é de 30 minutos.
Limpar o equipamento após o uso com pano e álcool em gel, por exemplo.

9 – Piscina

Não usar equipamentos de som. Não entrar na piscina com protetor solar. Tomar uma ducha antes.
Não usar o elevador com trajes de banho.

10 – Elevadores

Cumprimentar sempre todos os presentes; Espere as pessoas saírem para entrar;
Segurar a porta do elevador para outras pessoas entrarem demonstra gentileza e cordialidade, e ajuda a tornar o ambiente social do condomínio mais afável.
Não segurar o equipamento em horários de pico.
Usar o elevador de serviço se for trafegar com animais ou transportar caixas e compras de supermercado.

11 – Salão de festas

Respeitar os horários de uso e não deixar a área suja após o uso – o ideal é retirar toda a parte principal do lixo e restos de comida e bebida;
Fazer uma lista com os nomes dos convidados para deixar na portaria;
Informar-se e respeitar as regras do local, principalmente em relação a barulho.
Na churrasqueira, ter bom senso no uso de aparelhos sonoros, que propagam muito mais ruído quando estão ao ar livre.

12 – Obras

Respeitar os horários estabelecidos na convenção e regulamento interno;
Comunicar o síndico e os vizinhos antes de iniciar as obras.