Salsichas fazem mal à saúde? – Veja os tipos mais saudáveis

Salsichas fazem mal à saúde? – Veja os tipos mais saudáveis

Classificadas como embutidos ou alimentos processados, as salsichas possuem altas doses de gordura saturada, sódio e também de conservantes. A recomendação dos especialistas é o consumo muito moderado do alimento, menos de uma vez por semana. Mas para quem procura uma alternativa menos nociva à saúde e de mais qualidade, o segredo está em descobrir do que são feitos.

Como são produzidas as salsichas

A salsicha é fabricada a partir de pedaços de carne transformada em uma massa pastosa chamada emulsão. A diferença para as linguiças é que, nestas, depois de todo o processamento ainda se consegue identificar os pedaços de carne e gordura separadamente.

Alguns tipos de salsicha podem ser produzidas com as chamadas “carnes mecanicamente processadas”. A indústria utiliza os pedaços de carne que ficam presos às carcaças após a remoção dos cortes que são vendidos para o público. “Esses pedaços passam por uma máquina que mói e peneira a carne, separando ossos da proteína. A carne restante é recolhida, moída e curada.

Tipos de salsichas no Brasil

Salsichas fazem mal à saúde? – Veja os tipos mais saudáveis

1º Salsicha Viena: é a salsicha mais “pura”, feita com pedaços de carne bovina e/ou suína e gorduras, sem nenhuma adição de carne mecanicamente processada.

2º Salsicha Frankfurt: assim como as Salsichas Viena, também são feitas somente com carne de boi e/ou porco e gorduras, sem carne mecanicamente processada. Elas são, em geral, mais temperadas e levam bacon ou toucinho em sua composição.

3º Salsicha Tipo Viena e Frankfurt: diferente das Viena e Frankfurt legítimas, são feitas com carne de boi e/ou de porco e até 40% de carnes mecanicamente processadas e miúdos comestíveis, além de tendões, pele e gorduras.

4º Salsicha de Carne de Ave: mistura de carne de ave (em geral, frango) e até 40% de carne mecanicamente processada de frango.

5º Salsicha: podem ser feitas com mais de um tipo de “carne de açougue” (leia-se bovina, suína ou de aves) e até 60% de carnes mecanicamente processadas e miúdos comestíveis, além de tendões, pele e gorduras.

A cor laranja da capa é urucum

Na versão industrializada, as salsichas demandam conservantes. Para conservar a salsicha, são usados os sais de cura – isso corresponde à combinação do sal de cozinha (cloreto de sódio) ao nitrito e nitrato de sódio. Também são usados antioxidantes, que tem como função de retardar ou impedir a deterioração da carne.