As deliciosas frutas de Natal

As deliciosas frutas de Natal

Além dos pratos tradicionais e que não podem faltar nas nossas festas de fim de ano – Peru, Panetone e arroz com passas – a mesa também ganha um charme a mais se decorada com as frutas da estação.

Frutas para a mesa de Natal e Ano Novo

Cereja

A cereja é um clássico do Natal brasileiro, mesmo não sendo uma fruta típica do nosso país. Tradicionalmente asiática, a fruta se adaptou ao clima do Brasil e as cerejeiras ficam recheadas de frutos com a chegada do verão.

Ela é rica em vitaminas A, B e C, além de ser fonte de minerais e fibras alimentares. Pode ser usada para acompanhar doces servidos na sobremesa ou até mesmo para criar caldas e receitas exóticas de carne e acompanhamentos.

Lichia

Outra fruta asiática e que tem aparecido aos poucos nos Natais brasileiros é a Lichia, de casca vermelha e bastante característica. A frutificação das plantações ocorre nos meses de Novembro a Janeiro e, por isso, ela é sempre associada com as festas de final de ano.

Rica em vitamina C, cálcio e potássio, a lichia pode ser consumida isoladamente ou ser usada para a elaboração de doces, compotas e até mesmo drinks.

Ameixa

Mais popular no Brasil, apesar de também ter origem asiática, a ameixa é um clássico do final de ano. Além de ajudar a fazer uma bela composição para a mesa, ela também é presença constante nas receitas elaboradas no Natal e Réveillon.

Rica em fibra alimentar e benéfica para a saúde do sistema gastrointestinal, a ameixa também é fonte de vitamina C, A e K. Pode ser usada em receitas doces, salgadas e também faz sucesso nos drinks e sucos.

Romã

Um clássico do Dia de Reis, celebrado todo dia 6 de janeiro, a Romã é uma fruta que tem ganhado um espaço que vai além do seu uso nas superstições praticadas nesse dia.  Outra fruta com origem asiática, mas também muito presente na região mediterrânica, a Romã é reconhecida por seu poder antioxidante e anti-inflamatório, sendo usada no tratamento alternativo de várias condições clínicas.

Na alimentação, pode ajudar a criar deliciosos doces, molhos, geleias, sucos e drinks de Natal.

Damasco

O damasco também é uma fruta oriental – cultivado inicialmente na China – mas que é produzida nas nossas terras desde o século XVIII. Sua safra por aqui é muito forte entre os meses de Dezembro e Março, por isso ela é uma fruta muito característica do Natal, seja em sua forma fresca ou desidratada.

Uma porção de damasco oferece porções de vitamina C e vitamina A, além de fibras alimentares. Pode ser usado em receitas doces e salgadas, além dos drinks.

Figo

Originário da região do mediterrâneo, o figo é uma inflorescência – e não um fruto – comestível que faz sucesso em pratos elaborados em todo o mundo. O figo foi uma das primeiras frutas cultivadas pelo ser humano.

Rico em fibras alimentares, ácidos graxos ômega 3 e 6, vitamina C e B, ele pode ser usado para criar compotas, geleias, molhos e até mesmo na composição de pratos salgados.

Uva

As uvas são frutas que tem sua melhor época de colheita no Brasil no início de Janeiro até Março, entretanto, em Dezembro já começam a aparecer as primeiras safras dessa fruta.

Rica em vitamina K, C e antioxidantes como os flavonoides, a uva é uma ótima opção de alimento com baixo índice glicêmico. Pode ser consumida em sua forma fresca, como também ser usada na produção de sucos, doces, drinks e etc.